Pular para o conteúdo principal

Ficha de Disciplina Evolução das Ideias Sociais 2017/1

Ementa: 
As concepções clássicas grega e medieval em torno da relação Estado-Sociedade Civil-Família. A instituição histórica e discursiva daqueles que serão os níveis básicos de sociabilidade das sociedades modernas. A concepção católica medieval de justiça. As questões da usura e do preço-justo. A autonomização do discurso político em Maquiavel. A concepção de Estado e Sociedade em Hobbes. O advento do liberalismo de Locke e o Iluminismo francês. A Crítica Rousseniana à sociedade moderna.

Objetivos
A disciplina tem por objetivo analisar o processo de constituição da teoria política como um campo autônomo do conhecimento a partir da reflexão sobre a origem, os fundamentos e o exercício do poder, levada a cabo durante o próprio processo de constituição do Estado moderno. Para tal são discutidos os enfoques de alguns dos autores considerados clássicos do pensamento político moderno: Maquiavel, Locke, Hobbes e Rousseau. Ao longo do estudo desses autores são destacadas as diferentes soluções que deram para as complexas relações entre Estado e sociedade.

Programa
Unidade 1 - Por que ler os clássicos?
O pensamento político anterior a Maquiavel
A revalorização dos clássicos.

Unidade 2 - Maquiavel e a dessacralização da política
Natureza humana e história
A verdade efetiva das coisas
Virtù e fortuna
Força e consentimento
A república e o maquiavelismo
Unidade 3 - A tradição jusnaturalista
O que é o direito natural?
Jusnaturalismo e a explicação da origem do Estado
Limites do direito natural

Unidade 4 - Hobbes: Estado de natureza e contrato
O estado de natureza
Origem e função do Estado
Soberania e Estado
Unidade 5 - Locke e o liberalismo clássico
A teoria da propriedade
O estado de natureza
Origem, função e limites do Estado
A sociedade civil
Unidade 6 - Rousseau: vontade geral e teoria democrática
O fundamento da desigualdade entre os homens
O estado de natureza, a civilização e a república
O contrato social
      Vontade geral e soberania (indivisível e inalienável)

Avaliação

  1. Prova individual (30 pontos);
  2. Prova individual (30 pontos);
  3. Trabalho Final em grupo (40 pontos) com o objetivo de atualizar o pensamento clássico, submetendo alguma reportagem jornalística recente a uma análise baseada nas categorias de Maquiavel, Hobbes, Locke ou Rousseau. 
Cronograma
Bibliografia Básica

Unidade 1 – Introdução


Unidade 2 – Maquiavel e a dessacralização da política


Unidade 3 – O jus naturalismo


Unidade 4 – Hobbes e o Leviatã


Unidade 5 – Locke, o liberalismo, o indivíduo e a propriedade


Unidade 6 – Rousseau e o contrato social

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ficha de Disciplina Política Brasileira I

Objetivos: Analisar as relações entre Estado e sociedade, no Brasil, até o fim do Estado Novo (1945).
Ementa:Formação do Estado nacional; a crise da escravatura e a emergência da República; a Primeira República; o período 1930 a 1945.
Programa:

Unidade 01 – A formação do Estado Nacional ·Abolição ·República
Unidade 02 – A República Velha
Unidade 03 – O Período Vargas
Unidade 04 – Algumas questões fundamentais sobre as relações entre Estado e Sociedade civil ·A Industrialização ·A construção da ossatura do Estado brasileiro ·A natureza do Estado brasileiro ·Populismo e Liberalismo no Brasil ·Trabalhismo   A gramática política do Brasil
Cronograma

Avaliação
Provas (duas) dissertativas individuais e sem consulta (valor 30 pontos);
Trabalho final em grupo atualizando os temas das aulas com análises de conjuntura (valor 40 pontos)
Prova substitutiva para estudantes que perderam alguma avaliação ou que não atingiram a média para aprovação, sendo que para o segundo caso a nova avaliação não perimirá uma pontu…

Plano de Ensino Ciência Política IV 2016_2

Ciência Política IVObjetivos: Analisar o poder como dimensão / conjunto de relações que extrapolam o Estado.

Ementa: Partidos políticos e sistemas eleitorais; movimentos sociais e política; micropolítica.

Programa:

Unidade 01 – Origem e natureza dos partidos políticos Origem dos partidos políticosNatureza e tipologias dos partidos políticosUnidade 02 – Partidos políticos no Brasil: fragilidades congênitas? História dos partidos políticos no Brasil: fragilidades congênitas;Redemocratização e os velhos problemasEstudo de caso: o Partido dos TrabalhadoresEstudo de caso: o Partido da Social Democracia BrasileiraSistema eleitoral e suas implicaçõesPresidencialismo de coalizãoUnidade 03 – O debate contemporâneo O debate da reforma política no Brasil.Partidos Políticos e o momento atual – micropolítica e movimentos sociais
Avaliação:Provas (duas) dissertativas individuais e sem consulta (valor 30 pontos); Trabalho final em grupo atualizando os temas das a…